17 de mai de 2012

Cartões de crédito sem utilidade ou vencidos podem ser reciclados



Estações de metrô Sé, Conceição e Tietê têm trituradores de plásticos.
Cartões deixados ali são picotados e destinados a reciclagem.


O cartão de crédito ou de débito que perdeu a validade pode ser reciclado e virar outro cartão. Estações de metrô já têm trituradores que vão dar novo destino ao plástico.
Apesar de ser feito de PVC, material que pode durar até 500 anos, o prazo de validade que vem estampado no cartão é bem menor. E muitas pessoas quebram, cortam com tesoura e jogam no lixo comum, o que é um erro, pois o material é reciclável.
A solução pode estar no caminho de casa. Três estações do metrô, Sé, Conceição e Tietê, receberam máquinas que qualquer um pode usar. Basta colocar o cartão, girar a manivela, e o cartão é picotado e não pode mais ser utilizado.
O cartão em pedaços volta para a indústria, é triturado, derretido e transformado em uma placa de plástico novamente. A diferença está na cor. Em vez de branca, ganha tons de rosa ou verde. Por enquanto, a reciclagem é mais cara que a fabricação a partir da matéria-prima virgem, mas, com o tempo, isso pode mudar.
“A gente está provando que é possível fazer produto de qualidade, com todas as informações e características técnicas que se exige de material pós-uso. O dia em que esse resíduo alimentar uma indústria que produz um bem durável, ele começa a ter valor", afirma Renato de Paula, diretor da empresa recicladora.
Fonte: G1
Related Posts with Thumbnails