18 de mar de 2011

Práticas orgânicas podem dobrar agricultura em 10 anos


A adoção de práticas orgânicas e ecológicas na agricultura pode fazer com que a área de produção dobre em dez anos em propriedades de pequena escala de países em desenvolvimento, segundo estudo realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com Olivier De Schutter, autor do estudo e relator da ONU sobre direito à alimentação, técnicas ecológicas e avançadas de plantação deverão garantir a produção suficiente para suprir a fome de 9 bilhões de pessoas no mundo em 2050. Métodos ecológicos funcionam melhor do que o uso de fertilizantes hoje em dia, segundo Schutter.

O relatório indica que projetos agroecológicos cresceram 80% em 57 países em desenvolvimento. A conta deu certo em 20 países africanos, de acordo com o autor do estudo, que aumentaram as lavouras em 116% no período de 3 a 10 anos. Para Schutter, é possível aumentar a produtividade e manter safras longe de pragas usando defesas naturais.

Em Malauí, na África, um programa financiou o uso intensivo de fertilizantes há alguns anos, segundo o relatório, mas agora o governo implementa práticas orgânicas para beneficiar 1,3 milhão de pessoas mais pobres. O rendimento na produção de milho, por exemplo, aumentou de 1 para 2 a 3 toneladas por hectare com as novas técnicas. Plantações no Vietnã, Bangladesh e Indonésia também conseguiram reduzir em 92% o uso de inseticidas, de acordo com a pesquisa.  

Fonte: Globo Natureza
Related Posts with Thumbnails