7 de jul de 2010

Geração de energia a partir da lama


O governo do Rio Grande do Sul e a Universidade Federal do Rio Grande (FURG) assinaram convênio para desenvolver o projeto bioconversão dos sedimentos de dragagem do Porto do Rio Grande em energia elétrica. O projeto, idealizado pelos professores Fabrício Santana e Cristiane Ogrodowski, da Escola de Química e Alimentos (EQA), vai gerar energia a partir da lama retirada dos canais do porto.

O projeto receberá da Secretaria da Ciência e Tecnologia investimento de R$ 300 mil e outros R$ 60 mil da contrapartida do Porto do Rio Grande, além do custo estimado em R$ 640 mil pela FURG com o trabalho dos pesquisadores. O professor Fabrício Santana conta que os experimentos já estão acontecendo no Laboratório de Controle da Poluição e que a planta deve começar a ser construída em janeiro do próximo ano. Fonte: Ambiente Energia

Related Posts with Thumbnails