17 de abr de 2010

Novos pontos de descarte do seu lixo eletrônico


O consumidor também precisa fazer sua parte para que o lixo eletrônico não tenha um final infeliz. Como só querer não resolve, a Folha selecionou várias maneiras para que você possa colocar em prática sua vontade de ajudar o mundo.
Se você tem um computador sobrando em casa, diversos projetos aceitam doações, segundo o site Lixo Eletrônico(lixoeletronico.org), uma boa fonte na hora de consultar informações sobre o assunto. Alguns dos projetos são: Associação Brasileira de Distribuição de Excedentes (www.abre-excedente.org.br), Casas André Luiz (www.andreluiz.org.br), Comitê de Democratização da Informática (www.cdi.org.br), Comlurb do Rio de Janeiro (www.rio.rj.gov.br/comlurb), Projeto Ação Digital(projetoacaodigital.com.br/lixotecnologico) e Agente Cidadão(www.agentecidadao.com.br).
O Museu do Computador (www.museudocomputador.com.br)informa em seu site que aceita doações de equipamentos relacionados ao computador e "reaproveita o material recebido".
O Centro de Recondicionamento de Computadores(www.oxigenio.org.br) também recebe aparelhos.
Várias empresas têm seus próprios programas de reciclagem para os consumidores.
Em www.dell.com/recycling, a Dell se propõe a reciclar o seu computador de mesa (com ou sem monitor), notebook, monitor, impressora, scanner e outros. Mas o produto precisa ser da Dell. A empresa pede que o usuário informe dados como o peso estimado do produto e que escolha uma data de coleta com ao menos cinco dias de antecedência.
A Philips também recicla os produtos de sua marca no programa Ciclo Sustentável Philips, disponível em algumas cidades brasileiras. Os pontos de coleta ficam nas assistências técnicas credenciadas para os produtos da Philips. O consumidor precisa acessar www.sustentabilidade.philips.com.br e verificar o posto credenciado mais próximo.
Já a HP diz receber baterias e produtos de sua marca e encaminhar para reciclagem. O contato deve ser feito por um e-mail disponível em bit.ly/reciclagemhp.
A Epson também tem um sistema de coleta, veja emepson.com.br/coleta. Por meio desse programa, é possível descartar cartuchos de tinta da marca.

Celulares, baterias e acessórios são recolhidos por operadoras

As operadoras e os fabricantes de celular tentam facilitar sua vida na hora de devolver o aparelho ultrapassado. Na hora de descartar, certifique-se de fazer um backup com seus dados, fotos e agenda. Também é recomendável apagar seus dados pessoais do aparelho.
A Nokia disponibiliza um site com dicas para reciclagem e um sistema de busca de pontos de coleta. Consulte em
bit.ly/reciclagemnokia.
A Vivo tem o programa Vivo Recicle seu Celular
(bit.ly/vivorecicle), que conta com mais de 3.000 pontos de coleta de celulares, baterias e acessórios dos aparelhos.
Outra operadora que disponibiliza centros de coleta é a Claro, que diz oferecer mais de 3.500 locais para entrega. Em
bit.ly/clarorecicla é possível procurar os pontos e saber no que podem ser transformados os aparelhos descartados.
A Oi informa ter pontos de coleta em suas lojas. Por meio do site
www.oi.com.br/coletadebaterias é possível saber mais sobre o descarte e conhecer os postos de coleta oferecidos pela operadora. A TIM oferece serviço parecido(bit.ly/reciclagemtim).


Fonte: Folha de São Paulo

Related Posts with Thumbnails